Para Refletir

 

Comunicados

Informação 1: Links para novas postagens e para repostagens (novos links), você pode conferir na coluna a Direita em Acervo Discos de Umbanda.

Informação 2: com exceção das postagens (apontadas) no "Acervo Discos de Umbanda", todas as outras possuem links ou do Rapidshare, ou do 4Shared ou Megaupload, portanto, ainda não sabemos quais estão funcionando. PS: todos esses links serão trocados.

Informação

Comunicado:

Uma vez que o protetor de link que estava sendo utilizado apresentou problemas, informamos que passaremos a disponibilizar os links sem o protetor.

Os links das postagens a partir de 01/02/13, já estão sem protetor.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Umbanda "Preto Velho - Hinos e Pontos de Umbanda" : Ogã Mauro Fernandes e Coro do Centro Espírita Pena Azul


capa edição 1973

capa edição 1971

01- História de Pai João de Aruanda
02- Senhora da Conceição
03- Ponto do Caboclo Pedra Branca
04- Ponto do Terreiro Pena Azul
05- Pena Azul e Cabocla Jurema
06- Hino à Rompe Mato
07- Yorimá-Homenagem aos Pretos Velhos
08- Rompe Mato (Persistência)
09- Yemanjá
10- Hino ao Caboclo Pena Azul
11- Ogum Yara
12- Hino à Mamãe Oxum

Lançamento: 1971 selo: MMC, nova edição: 1973 selo: Âncora



Nota:
Ogã Mauro Fernandes com coro do Centro Espírita Pena Azul; O Centro Espírita Pena Azul é um dos templos mais tradicionais do Brasil. Este disco traz pontos de raiz mesclados a hinos de louvação.
É o caso dos pontos do Caboclo Pedra Branca e do Ogum Rompe Mato, pontos fortíssimos de raiz, com alguma pequena modificação que não chega a alterar o sentido oculto da invocação É um disco muito bem gravado. Percebe-se o cuidado com que os músicos se dedicaram para que ele viesse a luz. O alabê executa sua função com muito cuidado – há apenas um atabaque de instrumental – e o coral é afinadíssimo, com momentos lindíssimos, nos corais executados sem atabaques.

Percebe-se, pelos pontos, que existia – ou existe – no Centro Pena Azul uma convivência salutar entre várias escolas umbandistas, pois há elementos da Umbanda praticada por Matta e Silva, ecos da Umbanda de Zélio de Moraes e da Umbanda mais Mística, próxima do Catolicismo.

Duas capas excelentes foram produzidas em duas edições diferentes: a primeira é clássica, conhecidíssima, com as imagens dos orixás e dos Pais Velhos. A outra é belíssima e enigmática: um Pai Velho sentado sobre uma nuvem... ou seria uma explosão atômica? É um disco muito equilibrado e como disse, percebe-se que feito com muito carinho pelos músicos.

E esse esforço compensa qualquer defeito técnico que possa ser percebido na gravação.
Fonte: Acervo Ayom

Um comentário:

  1. Muito bom Salve a Força dos Nego Veio.
    Adorei a faixa Nossa Senhora da Conceição sou fã dela hehehe
    Salve Pena Azul e sua Falanges
    Axé

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique no logo e visite

Link Quebrado - clique no logo e informe